Amazônia de olho azul

Sabor.club #12 nas bancas: o catarinense Felipe Schaedler descobriu a floresta e faz sucesso ao reinventá-la

Leticia Rocha - Publicado em 15/01/2018, às 06h30

O MESTRE DE CERIMÔNIAS COMEÇA A FAZER O PAPEL que lhe cabe: apresentar a próxima atração que deve subir ao palco. E as informações que traz aquela ficha que tem em mãos, impressiona: embaixador da nova gastronomia amazônica; único chef brasileiro a se apresentar em 2017 no famoso festival Peixe em Lisboa, em Portugal; representante da Amazônia e o Brasil, ao lado do chef Alex Atala, num dos maiores congressos da  gastronomia mundial, na Espanha.


Queijo coalho com redução de Baré 

E mais: detentor da medalha da Ordem do Mérito Cultural, o maior reconhecimento do Governo Federal às personalidades que contribuem para o desenvolvimento da identidade cultural do Brasil. Vêm os aplausos do público que lota a plateia do Festival Internacional de Gastronomia da Amazônia (FIGA), que movimentou Manaus no final de novembro de 2017. Felipe Schaedler entra no palco.

As palmas continuam, o que mostra que o gesto vai além do protocolo de receber, com educação, o convidado. Ali estão manauaras, comitivas vindas do interior do Amazonas, comunidades ribeirinhas, jornalistas*...


* Leia a reportagem na íntegra + as receitas de Chibé, Tambaqui na folha de bananeira com tucupi defumado e do queijo coalho com Baré na edição #12 da Revista Sabor.club que está nas bancas. Para assinar, acesse http://sabor.club/assine/